conclusão do amornografia


v
(06.11 a 06.12/2010)


Dr Helene Fisher - https://pt.wikipedia.org/wiki/Helene_Fischer


amornografia
                               

(...)


conclusão (págs. 45 a 47)

era só fogo, ar, terra e água
e apareceu gordura mexendo
microvida, dinossauro
macacos e crias nas costas
homem e chimpanzé
medo, fé
a hora, o depois

o cérebro cresceu demais
a mulher, bípede
passou a carregar
os filhos no colo
poderosa química cerebral
em alguns macacos
os fizeram gostar
de macacas específicas
pai, mãe e filho
adão, eva
serpente, maçã

o homem
evolução da gordura
se amando, criou
sua imortalidade
o homem ideal, deuses
não aceitou virar terra

o egoísmo é um degrau
para o amor
ou para a solidão acompanhada
as pessoas, as coisas
têm culpa, vêm junto

o processo amoroso
é um impulso voluntário simétrico
pressão e depressão
dosagens químicas equivalentes
para amar ou sofrer
a gente investe
distribui amor

a sociedade, o inconsciente coletivo
cobra sucesso, é preciso amar
e ser amado, o solitário
é uma ameaça ao futuro

mas se não há reciprocidade
a torneira é fechada
até a próxima flechada

vontades químicas
induzem o homem ao amor
a paixão é ligada
à baixa de serotonina
um vício que pode evitar doenças
o macaco que ama, prospera

é preciso conter
efeitos indesejáveis
curar o amor frustrado rápido
hormônio encruado dá depressão
câncer, não amar faz mal

comportamentos inconvenientes
duram no máximo
trinta e seis meses
quem não é amado
toma na porrada
mas há terapias que incitam
a produção de substâncias
que suprem a carência
há drogas contra a dor

amar causa mais saúde
escoa a própria produção
completa o ser, manifesta
o impulso de existir.

06.12.2010







Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

16 o esquiza (acc)

esquenta a cabeça comigo não

o que aconteça