canteiro julho 2016

canteiro, julho de 2016



só de uma coisa tenho certeza: o homem continua ruim
a sociabilidade é só o grande medo sentido pelos mais fracos
a globalização não difundiu boas ideias e práticas
apenas fomentou a xenofobia e a intolerância
multiplicou lucros de grandes corporações mundiais
(só na índia, há novecentos milhões de celulares ativos)
e distanciou ainda mais
os poucos muito ricos dos muitos muito pobres

o brasileiro é dos piores
faltam oportunidades, somente
para que a maioria, que está fora da corrupção
seja também corrupta
basta dinheiro para
ser bajulado, invejado e até amado
não importando se a procedência é suja

o capitalismo, filho economista do egoísmo humano
precisa que muitos ganhem pouco
para que se somem muitos lucros
é matemática, não há outro jeito
nada se cria do nada, tudo se transforma
por isso, o mais bonito e sublime
esse tempo terrestre
(qualquer outro, queiramos ou não, não é assegurado
que me desculpem os que têm crenças)
é trocado barato por trabalho para subsistir

talvez, os coletores e caçadores pré-históricos
tivessem mais tempo livre

para piorar, como baratas em caixas de gordura
os homens se acumulam em grandes centros
para acirrar a competição e a violência
geradas pela desigualdade social
e majoram uma jornada de oito
para dez, doze, catorze horas
incluindo o transporte público e o trânsito

a troco de quê?
as baratas, mais sensatas
vão à caixa de gordura
porque lá encontram nutrientes em boa quantidade
e elas não sabem plantar nem cozinhar

o homem não usa bem seu espaço

como corrobora eduardo marinho
a fome e a miséria são essenciais
aos grandes lucros do capital
o mundo tem dinheiro e tecnologia suficientes
para dar de comer a todos
poderíamos ter um restaurante da onu em cada cidade
pratos gratuitos de arroz, feijão, angu, couve e torresmo
para quem deles necessitasse

mas quem ia trabalhar
para ganhar salário mínimo
se não corresse o risco de morrer de fome?
o salário teria de ser três, quatro vezes maior
a ancestral matemática...

com tão pouco tempo livre
a aparência é cultivada como fundamental
qualquer situação pode ser a única
não temos direito a segundas chances
um culto não especificamente à saúde
mas à aparência
as academias e clinicas de estética prosperam
nutricionistas e tatuadores também

enquanto isso, os maiores bandidos
os políticos e demais agentes gerenciados
seguem tratando dos interesses de grandes corporações
desviando o dinheiro de impostos deduzidos
na mão grande
nas folhas de pagamento

os condomínios vão funcionado
como castelos fortificados medievais
o resto continua o resto
a vida atual é bem mais desumana
que a contada
em todas as comédias e tragédias gregas
da bíblia
não vejo esperança de melhora

não só o lobo
o homem é também a hiena e o urubu do homem

filósofo, pensador, professor
e demais propulsores de pensamento
estão fora de moda
livros? também estão quase medievais
servindo muito mais
como peso para escorar portas que batem ao vento
ou apoio para móveis que perdem os pés.

13.07.2016


                          



..


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

esquenta a cabeça comigo não

desenhos no taio

papéis e fungos