Postagens

Mostrando postagens de 2017

Apresentação - Aquela Cruz na Curva

Imagem
AQUELA CRUZ NA CURVA
(Um relato de uma experiência pós-morte)


APRESENTAÇÃO



       Em 1980, eu tinha 10 anos e um plano traçado: eu seria o novo Zico. Os jogadores, àquela época, penduravam as chuteiras aos 33, 34 anos, no máximo, era raro que algum prolongasse a carreira além desse limite. Eu faria 17 no ano em que Zico faria 34. Nada poderia ser tão positivamente coincidente. Entretanto, minha carreira nas divisões de base não foi tão brilhante assim e, aos 15, eu já presumia que esse plano ia falhar. Tive, então, que repensar toda a minha trajetória. Agora sou mais cascudo, meus sonhos miram para dentro. Detectei que os dois maiores males, o egoísmo e a ansiedade, que ocorrem entrelaçados, não só em mim, mas em quase toda a gente, se equacionaram e me dispuseram um modo semicontrolado. Meu egoísmo acalmou minha ansiedade, que agora só atua em mim para mim – meu bem mais precioso é meu tempo livre, que não vendo por preço algum. Não tento convencer ninguém, só ofereço minhas ideias, se …

pares

Imagem
pares


toda égua se parece com um cavalo cão com cadela, galinha com galo a clarabela e o pateta - são da mesma formada
os homens também são parecidos muda a renda per capita se come churrasco, kafta bolinho de terra ou nada.

06.11.17

congentionado

Imagem
congentionado

outra coisa que me virou doença: me afastar de gente que me enche o saco - comprei uma moto pra ir trabalhar porque a cidade tem mais carro e quebra-molas que ruas
cada vez mais me saio de perto dos outros mas eles jamais saem a gente é essa gente toda que a gente conhece da fofoca aos políticos corruptos se sabemos, somos, vamos juntos o movimento do tempo é um só todos em um ário, como aquário
virou doença crônica me estresso tentando evitar que os quebra-molas me encham o saco e eu chegue e aguente mais um monótono clicar de mouse - que já foi `tomar conta de papel para não cair da mesa`
problema meu, acomodação mas, chato pra caralho – com todo o respeito e todas as poesias, e capinar no sol quente é mais agressivo ao organismo mais escravo assalariado

estado varejeiro

Imagem
ESTADO VAREJEIRO


I
“Foge, meu amigo, para tua solidão! Eu te vejo aturdido pelo rumor dos grandes homens e apoquentado pelo aguilhão dos pequenos. (...) Onde cessa a solidão, começa o mercado; onde começa o mercado, começa também o ruído dos grandes cômicos e o zumbido das moscas venenosas. (...) O povo não tem a dimensão do que é grande, quer dizer, o que cria. Mas dá sentido a todos os apresentadores e a todos os comediantes. O mundo gira em torno dos inventores de novos valores. Gira de modo invisível, mas é em torno dos comediantes que gira o povo e a fama: assim anda o mundo. (…) O momento os oprime e eles a ti, por sua vez, oprimem. Exigem de si um sim ou um não. Infeliz! Queres colocar-te entre um pró e um contra? (...) Foge, meu amigo, para tua solidão. Vejo-te atacado por moscas venenosas. Refugia-te onde sopre um vento rijo e forte! Foge para tua solidão. Vivias próximo demais dos pequenos e mesquinhos. Não levantes mais o braço contra eles! São inumeráveis e teu destino não é ser espan…

ama y hace

Imagem
ama y hace


pelo amor do amor pela apologia irrefutável de qualquer valor eventual de cada um por favor permita que se diga por sobre o rancor sem contrapor
que se deixe ser o que for sem disfarce isso: pelo amor do que        não se desfaça        em face        da mais simples        ameaça.



04102017

vazio impenetrável

Imagem
vazio impenetrável


Tudo bem todo mundo gosta mesmo é de si não vou resmungar só quero ficar perto de quem permita meus defeitos reais incompatíveis ou não com os seus próprios que se sinta menos pior assim
vazio, ninguém preenche de ninguém.

04102017

víduo

Imagem
víduo

(é um termo matemático) víduo é a soma resultante de uma subtração víduo = indivíduo – (in, de negação) – (di, de dividido)
todos somos víduos pedaços sortidos de algo não fracionado e coletivo
contudo
dentro de ti eu não me vislumbro não me destilo me descubro colateral projetado perseguido decepcionado depreciado
o amor? coitado...
eu era chato queria evitar sofrer
aí pensei pesquisei me equipei e fiquei
insuportável
ser é ser chato.
04102017

ciúme (ou avareza)

Imagem
ciúme (ou avareza)

As pessoas sempre duvidam das outras a dúvida é uma dádiva ninguém é algo enquanto nada nada é fundo enquanto dúvida
devemos ainda explicações mesmo se falamos toda a verdade
realmente, não há menor dúvida nossa vida acontece enquanto duvida mesmo de si dentro da própria cabeça
não sei se é melhor pedir que acredite em mim ou que me esqueça - toda pinga amolece na carqueja é melhor parecer comum ou causar estranheza - o zé capeta garante que é mais barato ser tralha
de qualquer dádiva fica a dúvida: qual o valor do bolo sem a cereja? para que serve, em termos práticos a verdade e a certeza? - ai, se a vida fosse boba...
cerveja...
04102017

9 filosofia sloaf (acc)

Imagem
aquela cruz na curva

FILOSOFIA SLOAF               




EVOLUCIONISMO
Os rapazes do Cerro não se contentavam com dogmas, com teorias improváveis, careciam de nitidez para suas visões de mundo. Tinham certeza de que não eram da família de Adão e Eva, nem mesmo Adão Luís, que era filho do Seu Geraldo e da Dona Maria, na verdade. Gostavam de discutir sobre Darwin, de constatar recorrentes vezes a maravilha de nossa física, química e biologia cósmicas. Ao lado das grandes conquistas de Tesla, era esse o assunto preferido de Plínio, o mais cientista da banda. A ciência mostrava como tudo é tão óbvio, depois de descoberto. A teoria condensada por eles era a seguinte. O universo,  há algo entre 13,3 e 13,9 bilhões de anos, se iniciou, como propôs, em 1927, Georges Lemaitre, um padre e cosmólogo belga, que deu ao mundo a ‘hipótese do átomo primordial’, mais tarde conhecida por Big Bang. Estava originalmente muito quente e denso, toda a matéria encontrava-se concentrada no chamado ‘ovo cósmico’, mais …