no jota silvestre

no jota silvestre



prefiro
prazer que causa fraqueza
mulher lisinha fresquinha cheirosa
de banho tomado, cabelo molhado
vestido curto
vertigem muito apreciada
coice de arma
alívio após o susto
arroto de satisfeito
choro de vencedor
segredo gostoso revelado
leite condensado gelado
emergindo do furo do abridor
água vibratória muito fria de cachoeira
saída do trampolim

fraqueza que deixa forte
brilhar é desaparecer devagar

a cena em que o jota silvestre
apela pela última vez
‘se lembra de seu avô, morto há anos?
ele também está aqui para abraçar você

essa é a sua vida, roberto!
e sempre será
vivo ou morto, onde estiver’.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

16 o esquiza (acc)

esquenta a cabeça comigo não

o que aconteça