querer mais que distração?

querer mais que distração?

Foliões ritmistas na concentração do TARJA PRETA em Paraty

a grande maioria continuará acreditando
que nos vigiam e julgam a trajetória

e continuará pedindo
coisas como chuva em todo o fim de semana
para regar três vasos de plantas
que ficam na varanda do apartamento
e se molham com um copo d'água
se não houvesse tanta preguiça

a maioria se acha digna
de bênçãos
uns apoiados nos outros

estarão sempre fortes
se entendendo
superiores
lastreados em historinhas infantis
pré-platônicas

anteriores à babilônia
quando não existia aço
eletricidade, plástico
mundo digital
nada

você se desilude
a fim de otimizar seu tempo
com tarefas úteis
perante o engrandecimento da ilusão
do desprezo à inteligência

o preço é esse: você pode pensar
quem sabe, que precisam
e oferecer ajuda
mas muita gente não quer ser ajudada
muita, muita gente não é estimulada
a querer preferir
e muita, muita, muita, muita gente
quer se sentir logo forte
atrelado a maiorias

é preciso paciência ou remédio
já acreditaram que a terra era quadrada
e conquistaram o espaço próximo
mas nada mudou, leo jaime, meu brother

um dia, quem sabe

a gente não é tão especial
é uma formiga, um cachorro melhorado
e as formigas e os cachorros se viram

um morto relembrado
endeusa a humanidade
uma homenagem
na verdade, parabeniza a tentativa humana
toda
diz que vale a pena
- quem sabe, um dia

toda uma vegetação verde
para que flores amarelas ou roxas
sejam avistadas de longe
contrastes

se o morto fica sabendo da homenagem?
se fizer bem a ele, tomara.



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

16 o esquiza (acc)

o que aconteça

esquenta a cabeça comigo não