Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2017

frango com palmito

Imagem
frango com palmito


nunca passei do botequim da caneta no papel de cigarro do encontro etílico de mim
sou pior digo isso com orgulho: vejo um papo furado, mergulho
sem apologia, mas preciso me embebedar no sentido do 'embebedai-vos' do boudelaire, amigo da antonieta: de vinho, de paixão, de virtude a primeira opção me destila a terceira me fermenta a segunda
ainda não passei do botequim porque não achei nada a mais do que gostar de gente boa mulher, violão, poesia e filosofia comida de fogão a lenha bater minha bola de flamenguista e agnóstico de tendência espírita e jogar isso e sinuca
por enquanto não morro se não me livrar dessa ressaca branda da madrugada dessa necessidade incessante e inflexível de água e pureza dessa boca seca, dessa testa enrugada mas não vou perdendo muita coisa porque as pessoas vão fazendo quase nada útil, puro e gostoso vão só dando cabeçadas e assim podem ir por si acompanhadas
desisti de mudar o mundo porque ele me mudou

meus vídeos

choppin' hour

Imagem
choppin´ hour


em seu profundo interior a consciência é obscura vaga, distante
mas lá no mundo exterior a inteligência percebe a luz mais fulgurante
uma necessidade sempre provem de uma razão suficiente determinada (na contingência tal relação está ausente)
o homem é como bem quer? se sente livre para decidir?
o homem quer como ele é? o livre arbítrio é livre assim?
                                                            29.03.2017




papo de maluco

Imagem
papo de maluco


eu não vou tomar comprimido para viver deprimido e de tudo proibido, amigo
correr da polícia, correr de bandido
vou cair no camping lá na cachoeira de bobeira, vou trocar de assunto se liga na letra eu prefiro papo de maluco
parceiro, eu estou fora da disputa vou viajar no trampo, vou mandar no rango beber água da mina, no maior ar puro
parceiro, eu estou fora da disputa para não dar dor de cabeça eu vou queimar meu fumo tomar a minha breja, amar a minha nega
parceiro, não fique puto eu morro como todo mundo
mas eu prefiro papo de maluco
Ouça a música e veja o vídeo

i ching nosso de cada dia

Imagem
i ching nosso de cada dia
canção de 2016

se está vivo e não percebe a diferença entre ser e estar tudo o que você ganha ou perde está pronto para se transformar
não desperdice o maior presente o poder de ser surpreendido o que você guarda não está contido no que passou ou no que vai chegar
a interpretação viciada e o preconceito antigo invejam um sorriso puro de coração
se você anda sempre indeciso aceitando e rejeitando opiniões perceba que o mais leve é o mais fixo o que mais muda são os padrões
que os atrasados se adiantem que os preocupados se curtam que os linguarudos se amem que tudo se transmude.

Querendo ouvir e ver o clipe...

o que aconteça

Imagem
o que aconteça

canção de 2014
baby, acorde, não se esqueça
tudo que a gente pensa
é apenas um enfoque
se toque

você tem o tempo todo
para fazer besteira
ou o que der na cabeça
tudo o que a gente faz
resulta de um choque
ibope

de qualquer maneira
acontece o que aconteça

tudo o que a gente ama
é só a chama
a certeza da morte
não se importe

quem não sofre, não curte
morre duro, tenso
não se ilude
(baby, eu fiz o que eu pude)
não controla, não sossega
não acalma a caveira.

querendo ouvir a música...